Com mais de mil casos, Pirassununga registra primeira morte por dengue em 2024

Créditos da imagem: © Joao Paulo Burini/GettyImages

A prefeitura de Pirassununga divulgou nesta quinta-feira (4) a confirmação da primeira morte por dengue registrada na cidade em 2024. A vítima é do sexo masculino, tem entre 70 e 79 anos e sofria de comorbidade associada.

De acordo com o boletim epidemiológico, a cidade já tem 1.185 casos confirmados da doença em 2024 e mais 919 casos em investigação.  Ao menos 358 foram descartados.
 
O município ainda contabilizou um caso de chikungunya.
 
O jornal entrou em contato com a Secretaria de Saúde de Pirassununga questionando sobre as ações contra a dengue, mas não recebeu retorno até a publicação desta reportagem. O espaço segue aberto para manifestação.
 
Dengue no Estado
O estado de São Paulo já registra 205 mortes causadas pela dengue em 2024, segundo os dados divulgados pela Secretaria Estadual da Saúde (SES) nesta quinta-feira (4). Outros 406 óbitos seguem em investigação.
Os casos confirmados registrados chegam a 428.543. Desses, 493 são considerados graves.
Prevenção
A dengue pode ser evitada pela população com a eliminação de focos do Aedes aegypti, mosquito transmissor de arboviroses. A indicação das autoridades sanitárias é que quintais, calhas e o entorno das residências, comércios e indústrias sejam vistoriados e limpos periodicamente.
 
Quer ficar ligado em tudo o que rola em Pirassununga e região? Siga o perfil do jornal O Movimento no Instagram e também no Facebook.
Compartilhe este artigo