Header Ads

Últimas Notícias

Governo de São Paulo anuncia retomada das aulas em setembro; veja detalhes

© Pixabay
O governo de São Paulo anunciou, nesta quarta-feira (24), o plano para a retomada da educação em todo o estado a partir do dia 8 de setembro.

O plano inclui as escolas municipais e estaduais de todo o estado – educação infantil, básica e ensino superior. A recomendação é que as escolas privadas também sigam a iniciativa do governo.


A retomada será feita em três etapas. Na fase 1, a partir do dia 8 de setembro, será usada até 35% da capacidade física das escolas. Na fase 2, até 70% e, na fase 3, capacidade total. Poderá haver revezamento de estudantes o distanciamento deve ser de, no mínimo, 1,5 metro. Além disso, as escolas devem promover a cultura de atenção aos procedimentos de higiene pessoal, ventilação e sanitização dos ambientes.

O avanço para as etapas 2 e 3 da reabertura das escolas depende da melhora de cada região dentro do Plano São Paulo. Já na etapa 1, é necessário que a região esteja na fase 3 (amarela) por ao menos 28 dias. Se uma região regredir para a fase 1 ou 2 do Plano São Paulo, as aulas presenciais voltam a ser interrompidas.

Para que mais de 70% dos alunos voltem a ter aulas presenciais, será preciso que o estado inteiro esteja na fase verde do ranking estadual.

Segundo o secretário da Educação, Rossieli Soares, o foco é não deixar nenhum aluno para trás. Para isso, será feito o Programa de Recuperação de Aprendizagem. Também haverá um optativo de "4º ano do ensino médio" aos concluintes de 2020 que queiram retomar o aprendizado antes de prestar vestibular.


De acordo com o governador João Doria (PSDB), a retomada será feita de forma "gradual, responsável, cuidadosa e segura" e o estado tomou como exemplo princípios que tiveram êxito em outros países, como Dinamarca, Chile, França, Holanda e outros.