Regina Duarte deixa comando da secretaria de Cultura do governo Bolsonaro. Atriz assumiu a pasta em 4 de março com a missão de 'pacificar' o setor.

© Reprodução/TV Globo
O presidente Jair Bolsonaro anunciou pelas redes sociais que Regina Duarte não é mais secretária da Cultura. “Regina Duarte relatou que sente falta de sua família, mas para que ela possa continuar contribuindo com o Governo e a Cultura Brasileira assumirá, em alguns dias, a Cinemateca em SP”, escreveu.


Nos próximos dias, o governo pretende mostrar o “trabalho já realizado nos últimos 60 dias”.

Regina e Bolsonaro apareceram juntos em um vídeo, também publicado nas redes sociais do presidente, a atriz questiona: “Está me fritando, presidente?”. Os dois riem e Bolsonaro responde que falar em fritura é uma forma de desestabilizar o governo.

A atriz vai assumir a Cinemateca de São Paulo. “É um presente duplo, a Cinemateca e estar perto da minha família”, afirmou. Entre risadas, o presidente pediu para que Regina Duarte sempre o acompanhe quando ele estiver na capital paulista.

Nos últimos dias, o presidente Jair Bolsonaro se reuniu com o ator Mario Frias. Recentemente, Frias elogiou o presidente e afirmou que estaria pronto para assumir o cargo na Cultura.