Header Ads

Últimas Notícias

Prefeitura de Pirassununga publica decreto para retomada econômica a partir de 1º de junho

© Toni Oliveira / O Movimento
A Prefeitura de Pirassununga publicou, nesta sexta-feira (29), o decreto Nº 7.539/2020, acompanhando o "Plano São Paulo" do governo estadual, que classificou a região de Piracicaba na Fase 2 (laranja), estabelecendo a reabertura gradual das atividades que incluem o comércio e o setor de serviços, a partir do dia 1º de junho. 


Essa classificação será revista em 15 dias e se as medidas propostas não forem respeitadas, a região poderá voltar a ter restrições definidas pelo Estado. Dentro do novo enquadramento, sempre deverá ser observada a obrigatoriedade do uso de máscaras, o uso de álcool em gel 70º e a limpeza minuciosa de todos os equipamentos e espaço de trabalho, seguindo as normas da ANVISA e o protocolo Sanitário do Plano São Paulo de prevenção a COVID 19. 

Pirassununga vai retomar as atividades do comércio, escritórios, concessionárias e atividade imobiliária, porém, com horário e capacidade de pessoas reduzidos. Academias, salões de beleza e bares ainda não podem reabrir.

Visitar nossa Página do Facebook: Jornal O Movimento

Para poder voltar a frequentar as academias (fase 4), bares (fase 3) e salões de beleza (fase 3), vai caber ao próprio munícipe manter a covid-19 controlada e evoluir dentro dos critérios criados pelo Estado. 

Veja o decreto da integra: 


I – do distanciamento social:

a) monitorar e controlar o fluxo nos referidos estabelecimentos, tomando como base o controle de acesso do estabelecimento, limitado a 1 (uma) pessoa para cada 10m2 de área livre de circulação, respeitado o espaço de 1,5 m (um metro e meio) entre elas.

b) coordenar melhor o fluxo de pessoas nas dependências do estabelecimento, ajustando entradas e saídas, e se necessário, isolando áreas do estabelecimento;

c) implementar controle interno de fluxos unidirecionais, de preferência com demarcação no solo, de modo a evitar aglomerações;

d) não promover atividades promocionais e campanhas que possam causar aglomerações nas lojas físicas, dentro ou fora delas.

e) no caso das oficinas das concessionárias de veículos, é obrigatória a implementação do serviço de ‘leva e traz’ como iniciativa para evitar a entrada de clientes na oficina.

f) no caso das atividades imobiliárias, os imóveis novos, usados ou apartamentos decorados deverão, obrigatoriamente, ser visitados por uma única família por vez e as visitas deverão ser preferencialmente agendadas previamente.

Em relação a higiene e cuidado pessoal é obrigatório o atendimento dos seguintes protocolos sanitários para funcionários e clientes:

a) disponibilizar álcool em gel 70% para funcionários e clientes na entrada dos estabelecimentos e/ou imóveis, nos locais de pagamento, para higienização de cestas, sacolas de compras e afins, higienizando-os após cada uso;

b) reduzir, quando possível, o uso de provadores e higienizá-los após a utilização de cada cliente, especialmente maçanetas;

c) recomenda-se que os produtos devolvidos deverão ser mantidos em quarentena por 12 (doze) horas e, após, higienizados e/ou passados com ferro a vapor se adequado for;

d) reitera-se a obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção facial, por todas as pessoas, para entrar e transitar em quaisquer estabelecimentos.

No caso das concessionárias de veículos, recomenda-se:

1. ao realizar os trabalhos no veículo de um cliente, realizar a higienização de acessórios internos e externos do veículo;

2. antes de realizar o trabalho em um veículo, proteger bancos, volante e manoplas, além de realizar a higienização de maçanetas, volantes e outros itens de contato.

No caso das atividades imobiliárias, recomenda-se que o Imóvel novo, usado ou apartamento decorado sejam higienizados após cada visita, sendo obrigatória a higienização de maçanetas de porta e outros itens manipuláveis.

Em relação à comunicação o novo decreto prevê realizar campanha para conscientizar e estimular a importância da utilização de máscaras pelos consumidores e frequentadores e propagar a relevância e efetividade da higienização das mãos com água e sabão ou, em sua ausência, álcool em gel 70%.

Sobre o funcionamento, fica permitido o funcionamento das referidas atividades de segunda a sexta-feira, em seus horários normais e integrais de funcionamento, ficando, por hora, terminantemente proibido o funcionamento aos sábados, domingos e feriados, com a finalidade de evitar aglomerações.

O novo decreto estipula, quanto ao funcionamento das atividades religiosas:

I – obrigatória à permanência de pessoas limitadas à capacidade de 35% (trinta e cinco por cento) de ocupação;

II – ocupação de assentos deverá ser efetuada pela regra de “tabuleiro de xadrez”;

III – uso obrigatório de máscaras durante toda a realização de atividades;

IV – obrigatória higienização de cadeiras e demais utensílios a cada utilização;

V – obrigatório disponibilizar álcool em gel para todos os participantes;

VI – coibir contato pessoal;

VII – proibida a aglomeração de pessoas dentro ou defronte das instituições religiosas. ( Veja o decreto ).

Coronavírus
A cidade registrou nesta sexta-feira (29) mais 7 novos casos do novo coronavírus ( Covid-19). Dos 112 casos confirmados, 84 pacientes já estão curados, 25 estão em isolamento residencial, 2 estão internados e um óbito. Casos descartados foram 645 e 52 aguardam os resultados. 

Por Toni Oliveira, @jornalistatonioliveira . É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo.