Foto: Redes Sociais 
Uma ossada localizada na tarde desta quinta-feira (7), por volta das 14h em uma área de várzea pode se da empresária Lucilene Maria Ferrari de 48 anos. Ela que erá proprietária de um hotel na cidade, não foi mais vista desde a véspera de Natal.


Os restos mortais foram encontrados no mesmo local onde a polícia fez buscas no mês de fevereiro com cães farejadores, após captar um sinal de  celular do principal suspeito do crime e companheiro da vítima Vanderlei Meneses. Ele chegou a ser preso mas foi colocado em liberdade após cumprir 60 dias de prisão temporária.

O corpo que já estava em estado avançado de decomposição, foi localizado em uma das margens do Rio Mogi Guaçu. O crânio possuía a marca de uma fratura e a mão esquerda não foi encontrada. 


Visitar nossa Página do Facebook: Jornal O Movimento

Uma blusa com listras brancas e vermelhas, a mesma que Lucilene usava quando desapareceu, também foi apreendida no local. Segundo a família da vítima, a peça de roupa encontrada ao lado do corpo pertencia à empresária. Um exame de DNA será realizado para se confirmar a identidade da ossada.Por Toni Oliveira, @jornalistatonioliveira . É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo.