São Paulo: Mais de 1,5 mil pacientes que estavam com a Covid-19 j[a receberam alta hospitalar - EFE/ Mariscal/Archivo
O secretário estadual de Saúde de São Paulo, José Henrique Germann, informou nesta segunda-feira (13), que 1.524 pacientes que foram internados com covid-19 no estado desde o início da pandemia, há quase 50 dias, já receberam alta. Segundo Germann, o estado tem hoje 836 pacientes internados com coronavírus em UTI e 901 em enfermaria. 


Para dar mais transparência a esses números, com mais informações sobre o número de internados, perfil dos casos e prevalência por idade e sexo, entre outros, o governo de São Paulo prometeu iniciar, a partir de amanhã (14), uma coletiva diária da Secretaria estadual da Saúde. As coletivas terão início sempre às 15h.

“É absolutamente importante que a sociedade conheça o número de leitos, o perfil dos pacientes que estão sendo internados, a prevalência por idade e sexo. São dados que são minuciosos, mas que precisam ser mais bem passados para a população”, disse Uip.


Isolamento social 
O governador de São Paulo, João Doria, voltou hoje a ressaltar a importância do isolamento social como medida para impedir a propagação do vírus no estado.

Estado com maior número de casos de covid-19 no país, São Paulo está há três semanas com comércio e serviços não essenciais fechados, além de qualquer tipo de aglomeração ser proibida.

O estado registrava até as 18h de ontem 8.755 casos confirmados de coronavírus, incluindo 588 mortes. Nesta segunda-feira (13), São Paulo registra 608 óbitos e 8.895 casos confirmados do novo coronavírus.

Brasil soma 1.328 mortes por covid-19 e 23.430 casos confirmados

Com 105 novos registros nas últimas 24 horas, o Brasil soma nesta segunda-feira (13) 1.328 mortes pelo novo coronavírus, informa o boletim diário do Ministério da Saúde. Foram adicionados ao balanço nacional, de ontem para hoje, 1.261 novos casos confirmados de covid-19, totalizando 23.430.