O mosquito da dengue também transmite chikungunya e o vírus zika. Mobilize sua família e elimine a água parada, ajudando, assim, a combater os focos que podem virar criadouro do Aedes aegypti.
© iStock
Pirassununga está com 589 casos de dengue confirmados neste ano de 2020. Os dados são da Vigilância Epidemiológica do município divulgado nesta tarde de segunda-feira (27).

Além dos casos positivos, Pirassununga também tem outras 48 notificações, cujos exames aguardam resultados. Outros 219 exames foram descartados.


O Aedes aegypti é o nome científico de um mosquito ou pernilongoque transmite a dengue, febre amarela urbana, além da zika e da chikungunya, doenças chamadas de arboviroses.


Visitar nossa Página do Facebook: Jornal O Movimento


Não deixe o coronavírus ofuscar o combate à dengue

Com a pandemia do coronavírus (COVID-19), não podemos esquecer de outro cuidado importante de saúde pública, que é o combate ao mosquito da dengue. Nesta época do ano, a proliferação do inseto é mais intensa e os cuidados devem ser redobrados.

Aproveite esse período de quarentena em casa para tomar medidas de limpeza contra o Aedes aegypti. A melhor forma de prevenção à dengue é evitar a proliferação do mosquito Aedes Aegypti, eliminando água armazenada que podem se tornar possíveis criadouros, como em vasos de plantas, lagões de água, pneus, garrafas plásticas, piscinas sem uso e sem manutenção, e até mesmo em recipientes pequenos, como tampas de garrafas.Por Toni Oliveira, @jornalistatonioliveira ) É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo.