A dengue é uma doença febril aguda sistêmica de origem viral. Nos últimos 50 anos, o número de casos de dengue no mundo tem aumentado dramaticamente.
Enquanto as atenções se voltam ao coronavírus, que tem o maior número de casos no estado paulista, notificações de dengue explodem no estado. - Imagem: Getty Images
O número de casos de dengue em Pirassununga em 2020 disparou e a cidade já registrou 427 ocorrências da doença, até a manhã desta terça-feira (31). Segundo a Vigilância Sanitária da cidade, dos 438 casos, 5 são importados.

De acordo com a Vigilância Sanitária e Epidemiológica , foram 702 casos de dengue notificações ao todo, sendo que 136 delas ainda aguardam resultados de exames, 153 descartados e 438 confirmados. 


 Continua após a publícidade

Quarentena
Com a pandemia do coronavírus a população pode acabar esquecendo de outros cuidados importantes de saúde pública. Um deles é o do combate ao mosquito da dengue. Nesta época do ano, a proliferação do inseto é mais intensa e a eliminação de água parada em recipientes deve ser intensificada.

Prevenção
Durante o período de seca, a população pode realizar ações de prevenção, basta tirar 10 minutos do dia para verificar se existe algum tipo de depósito de água no quintal ou dentro de casa, por exemplo. Uma vez por semana, lavar com água, sabão e esfregar com escova os pequenos depósitos móveis, como vasilha de água do animal de estimação e vasos de plantas.



Além disso, é preciso descartar o lixo em local adequado, não acumular no quintal ou jogar em praças e terrenos baldios. Limpar as calhas, retirando as folhas que se acumularam no inverno também é importante para evitar pequenas poças de água. Cada pessoa pode ser um vigilante permanente de atenção à saúde, com isso não teremos dengue, zika e chikungunya. Da Redação Toni Oliveira /Jornal  O Movimento  É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo )