© Pixabay
A Prefeitura de Pirassununga, por meio da  Vigilância Epidemiológica promove, a partir desta quinta-feira (16), a segunda etapa da vacinação contra a Influenza. Nesta fase serão imunizados caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuários. Estes profissionais atuam nos serviços essenciais e estão mais vulneráveis à doença.  


Também receberá a vacina a população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional, pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais.

A primeira fase da campanha começou em 23 de março, vacinando prioritariamente os idosos e profissionais de saúde. Professores estarão na terceira fase, que começa em 9 de maio e vai até o dia 22 do mesmo mês. O Ministério da Saúde decidiu colocar os professores na terceira fase porque as atividades escolares estão suspensas.

Visitar nossa Página do Facebook: Jornal O Movimento 

Os locais de Vacinação contra a Influenza
De segunda a sexta-feira, das 7h às 17h. Aplicam as vacinas as USFs Dra. Lucia Mocho Rosa Tosi (São Valentim), João Balbi (Santa Fé), Dr. João Antonio Del Nero (São Pedro), Aristides Rodrigues (Redenção), Guaraciaba Vanin (Raia), Jardim das Laranjeiras, José Marafão (Limoeiro) e o CEM (Centro de Especialidades Médicas), no Jardim Carlos Gomes.

Vacinação antecipada:
Neste ano, o Ministério da Saúde mudou o início da campanha, de abril para março, para proteger, de forma antecipada, os públicos prioritários contra os vírus mais comuns da gripe. Devido a circulação do coronavírus no país, cada estado e município tem buscado estratégias para diminuir concentração de pessoas. 


Esta vacina não tem eficácia contra o coronavírus, porém, neste momento, irá auxiliar os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico da gripe, já que os sintomas são parecidos, para chegar mais rapidamente a conclusão do diagnóstico de coronavírus. E, ainda, ajuda a reduzir a procura por serviços de saúde.


Estudos e dados apontam que casos mais graves de infecção por coronavírus têm sido registrados em pessoas acima de 60 anos, grupo que corresponde a aproximadamente 20 milhões de pessoas no Brasil. Por isso, a primeira fase da campanha contempla esse público. Por Toni Oliveira, @jornalistatonioliveira ) É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo.