Um balanço divulgado pelo Ministério da Saúde neste sábado 14 mostra que subiu de 98 para 121 o número de casos de coronavírus confirmados no País. Há ainda 1.496 casos suspeitos, sob investigação.

São Paulo é o estado com o maior número de casos confirmados, 65, seguido pelo Rio de Janeiro, com 22. Um balanço divulgado pelo Ministério da Saúde neste sábado 14 mostra que subiu de 98 para 121 o número de casos de coronavírus confirmados no País. Há ainda 1.496 casos suspeitos, sob investigação.


No metrô de São Paulo, pessoas começam a usar máscaras de proteção após confirmação de caso de coronavírus no Brasil  © Victor Moriyama/Getty Images 
Os casos se mantem em 13 estados, sendo o de São Paulo com o maior número, são 65 registros de contaminação. Em seguida, estão Rio de Janeiro (22), Paraná (6), Rio Grande do Sul (6) e Distrito Federal (6), Santa Catarina (4), Goiás (3), Minas Gerais (2), Pernambuco (2), Bahia (2), Espírito Santo (1), Alagoas (1) e Rio Grande do Norte (1).

De acordo com a pasta há registro de transmissão local do vírus em São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia. Isso significa que ainda que se tenha a confirmação dos casos, não é possível identificar a trajetória da infecção, o que indicaria que já há uma circulação do vírus no território.

Ainda segundo o Ministério, o número de pacientes com o novo coronavírus no país pode ser maior, já que mais estados podem ainda atualizar registros no sistema. A pasta divulgou uma série de recomendações, na sexta-feira 13, para evitar a projeção ainda maior dos casos.  

Estado de São Paulo
Ontem (13), o Governo do Estado definiu medidas para intensificar o enfrentamento a doença. Em acordo com o Ministério da Saúde, ficou definido que haverá interrupção gradual das aulas na rede estadual de ensino a partir de segunda (16), até dia 23, o adiamento de eventos públicos ou privados que reúnam 500 ou mais pessoas e a suspensão por 60 dias das férias de funcionários da rede estadual da Saúde. A recomendação estudantil é estendida também às escolas particulares de SP. Da Redação Toni Oliveira /Jornal O Movimento com Agências de noticias  É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo )