A reabertura da atividade está sendo esperada por todos; sobretudo pelos praticantes da pesca artesanal profissional e amadora/esportiva.
Período da piracema termina a meia noite desta sexta-feira para sábado - © Getty Images 
O período da piracema termina nesta sexta-feira (28) no rio Moji-Guaçu e, com isso, a partir da meia noite deste sábado (29) a pesca volta a ficar liberada. O rio Moji-Guaçu, que corta o distrito de Cachoeira de Emas, é um dos maiores berçários de peixes de água doce do país, com mais de 150 espécies.

Mas apesar de a pesca ser liberada novamente existem algumas regras que os pescadores devem seguir, como no caso da rede e tarrafa que não podem ser usadas por pescadores amadores e também da necessidade de se respeitar a captura do peixe no tamanho permitido conforme a espécie.


Para pescadores amadores, o permitido é de 10 quilos, mais uma espécie. Já para os profissionais, 400 quilos por mês. Além disso, não pode pescar menos de 500 metros de cachoeiras e encontro de rios. De março até outubro as restrições para amadores são o uso de redes, tarrafas e para os profissionais a malha e do tamanho das redes.

A piracema no Estado de São Paulo começou dia 1º de novembro de 2019. A medida, que ocorre desde 1967, proíbe a pesca em rios e represas do Estado de São Paulo, a fim de proteger os peixes nativos que fazem a piracema, processo de migração anual realizado por várias espécies nativas para desovar nas cabeceiras das bacias hidrográficas.Da redação Toni Oliveira - Pirassununga ON / É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo )

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do Pirassununga On no WhaTsApp (19) 9 8294-5155