Jornal O Movimento

Alimentos de Natal que fazem mal para pets; confira

Confira alguns alimentos comuns nas festas que podem ser tóxicos para os cachorros (Foto: Reprodução/Freepik)

As ceias de Natal e Ano-Novo são repletas de tradições e significados especiais para os seres humanos, refletindo anos de cultura e costumes familiares. No entanto, é crucial estar ciente de que diversos pratos festivos podem ser prejudiciais à saúde dos cachorros, e compartilhá-los com animais de estimação deve ser evitado.  

Confira alguns alimentos comuns nas festas que podem ser tóxicos para os cachorros:

Chocolate em sobremesas:
O chocolate contém metilxantina, causando intoxicações graves em cães. Sintomas incluem vômitos, diarreia, hiperatividade e tremores musculares.

Uva-passa:
Mesmo em pequenas quantidades, pode levar à insuficiência renal aguda, resultando em vômitos, diarreia, letargia e possível falência renal.

Cebola e alho:
Esses ingredientes contêm compostos prejudiciais que podem levar à anemia. Sintomas incluem fraqueza, letargia, falta de apetite e urina avermelhada.

Massas fermentadas de pães ou bolos:
Podem causar distensão abdominal e dor devido à presença de fermento, levando a cólicas e produção de gases.

Alimentos gordurosos:
Podem causar pancreatite, resultando em dor abdominal, vômitos, diarreia e complicações sérias.

Bebidas alcoólicas:
Altamente tóxicas, causando vômitos, letargia, coordenação prejudicada, problemas respiratórios e até mesmo a morte.

Peru ou aves com ossos:
Ossos podem quebrar, causando perfuração no trato gastrointestinal, levando a dor, vômitos, obstrução intestinal e complicações graves.

Nozes e frutas com caroços:
Podem levar a obstruções intestinais ou toxicidade, dependendo da fruta.

Leite:
O consumo pode prejudicar a saúde devido à falta da enzima lactase, causando diarreia, gases e desconforto abdominal.

Doces e guloseimas:
Ricos em açúcar e ingredientes artificiais, podem causar obesidade, problemas dentários e diabetes.

Quer ficar ligado em tudo o que rola em Pirassununga e região? Siga o perfil do jornal O Movimento no Instagram e também no Facebook.

(É proibida a reprodução do conteúdo deste website em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do jornal O Movimento
Postagem Anterior Próxima Postagem