Jornal O Movimento

Sinal do 5G é liberado em Pirassununga e Porto Ferreira; veja o que muda

Apesar da liberação, apenas celulares já homologados pela Anatel poderão oferecer a internet de quinta geração; veja lista. Antenas parabólicas precisarão ser trocadas.

Com a nova tecnologia, é possível comportar mais usuários simultaneamente na rede sem que haja perda de qualidade do sinal. © Marko Aliaksandr/Shutterstock

O grupo da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), responsável pela implementação do 5G no país, decidiu liberar o acesso à tecnologia em Pirassununga e Porto Ferreira, SP. A partir do dia 4 de dezembro as prestadoras dos municípios já podem fazer a solicitação da faixa de 3,5 GHz.

O 5G é a nova geração de internet móvel, uma evolução da conexão 4G atual. A promessa é que ela traga mais velocidade para baixar e enviar arquivos, reduza o tempo de resposta entre diferentes dispositivos e torne as conexões mais estáveis.

Continua após a publicidade

A quinta geração de internet móvel também promete a possibilidade de ligar muitos objetos à internet ao mesmo tempo: celular, carro, semáforo e relógio, por exemplo. Tudo isso já pode ser ligado ao 4G, mas é esperada uma melhoria na conexão.

Uma vez aprovada, as antenas serão ligadas e o sinal poderá ser oferecido pelas operadoras aos seus clientes nas cidades.

Celulares
Importante destacar que, para um aparelho oferecer o sinal, ele precisa ser homologado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Portanto, não são todos os celulares que oferecerão a tecnologia neste momento. A lista está disponível no site da Anatel.

Troca de antena
Diante da migração do sinal, as antenas parabólicas precisarão ser trocadas, conforme o 5G for chegando em cada região. A situação se assemelha ao momento em que o sinal analógico deixou de existir, e as pessoas precisaram do conversor digital.

A Entidade Administradora da Faixa (EAF), da Anatel, tem um programa de distribuição gratuita da nova parabólica digital, conversor e cabos. Para fazer parte, é preciso se encaixar nos seguintes critérios:

Ser inscrito no CadÚnico;
Possuir uma antena parabólica tradicional, devidamente instalada e conectada à TV.
Quando o 5G chegar em determinada região, o morador pode verificar se tem direito à nova parabólica gratuita por meio do site sigaantenado.com.br ou pelo telefone 0800 729 24 04.

Já quem não estiver no CadÚnico precisará comprar um kit de antena novo, que pode variar entre R$ 500 e R$ 600. As antenas usadas pelas TVs por assinatura não precisarão ser trocadas.

O que é o 5G?
O 5G é a mais recente versão da rede de internet móvel. Ela vai suceder as antigas e atuais conexões 2G, 3G e 4G, com o objetivo de potencializar os padrões de velocidade e acesso simultâneo das pessoas à internet, além de trazer maior cobertura de sinal e mais eficiência na transferência de dados.

A quinta geração dessa tecnologia foi desenvolvida ao longo dos últimos anos para melhorar em até 10 vezes a velocidade da conexão. Ele também tem a missão de assegurar mais estabilidade e reduzir o tempo de respostas entre sistemas e dispositivos.

Continua após a publicidade

Uma rede que pode chegar a velocidade de até 1 giga por segundo significa que a experiência de fazer downloads, aproveitar jogos ou até mesmo assistir filmes online será muito melhor em comparação ao 4G — que em comparação, varia apenas entre 20 Mbps e 40 Mbps.

A implantação da rede 5G começou em 2022. Espera-se que até 2025 esteja em pleno funcionamento nas principais cidades do mundo.

Quer ficar ligado em tudo o que rola em Pirassununga e região? Siga o perfil do jornal O Movimento no Instagram e também no Facebook.

(É proibida a reprodução do conteúdo deste website em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do jornal O Movimento
Postagem Anterior Próxima Postagem