Jornal O Movimento

Encontrou um escorpião dentro de casa? Saiba o que fazer

Escorpião amarelo. Foto: Divulgação/Ministério da Saúde

O clima quente  em Pirassununga, SP, favorece o surgimento e a proliferação de escorpiões em toda a cidade, independente do bairro. Por isso, o Setor  de Controle de Vetores ligado a Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal da Saúde 
do município alerta à população sobre os riscos de acidentes com estes animais e os cuidados necessários para evitar esses acidentes.

Continua após a publicidade  

Com hábitos noturnos, os escorpiões são animais peçonhentos que saem neste período dos seus esconderijos em busca de alimento - os pequenos insetos, e encontram nas residências o ambiente ideal para sua estadia. Com isso, aumentam os riscos de acidentes, que podem se agravar quando as vítimas são crianças, idosos, ou pessoas com imunidade suprimida.

O controle de vetores do município é acionado assim que o paciente passa pelo atendimento hospitalar. Nosso serviço é realizado em campo, isto é, indo até o local onde ocorreu o acidente para verificar as condições do ambiente e passar as devidas orientações necessárias, informa ao jornal  a supervisora dos agentes , Aladia de Carvalho. 

Recomendações

  • Manter o quintal limpo, principalmente livre de entulhos, folhagens, lixo, etc.
  • Averiguar roupas e calçados antes de vesti-los;
  •  Limpeza do imóvel feita com querosene, removedor ajuda espantar o animal devido ao cheiro;
  • Vedar soleiras das portas, frestas e buracos em paredes e chão;
  • Colocar telas em ralos externos e janelas;
  • Vedar ralos e pias sempre após o uso.

Em casos de acidente

A recomendação do Setor de Controle de Vetores é que a vítima procure imediatamente o Pronto Socorro da Santa Casa.  OBS: Se necessário, ligue para o SAMU pelo 192, pois há urgência no atendimento à criança picada. Sobre os animais, se forem encontrados, deverão ser descartados.

Segundo o Setor de Controle de Vetores, a Prefeitura Municipal não realiza serviço particular nas residências, e sim orientações. Em caso de dúvidas os moradores podem entrar em contato com o Setor de Controle de Vetores pelo telefone 3561-2667.

Quer ficar ligado em tudo o que rola em Pirassununga e região? Siga o perfil do jornal O Movimento no Instagram e também no Facebook.

(É proibida a reprodução do conteúdo deste website em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do jornal O Movimento
Postagem Anterior Próxima Postagem