Jornal O Movimento

Polícia procura ex-namorado da dentista morta em Araras, SP

A Justiça decretou a prisão temporária do ex-namorado da dentista Bruna Anglieri, que é o principal suspeito do crime. © Redes Sociais

A Polícia Civil de Araras realiza buscas neste momento pelo ex-namorado 
João Vitor Malachias da dentista Bruna Anglieri, 40 anos, que foi morta e carbonizada na própria casa. As primeiras informações são de que o principal suspeito estava em fuga desde o município até Cravinhos, a 20km de Ribeirão Preto, onde abandonou o carro e foge a pé por uma área de mata, as margens da rodovia Anhanguera.

O pedido de prisão do suspeito foi decretado no início da noite desta sexta-feira, 06, quando as buscas pelo ex-namorado tiveram início. Os policiais foram até a casa dele, em Araras, porém ele não havia sido localizado. Por volta das 20h30 os policiais tiveram a primeira pista de que ele estava em um posto de combustíveis, já na saída da cidade.

A perseguição teve início na rodovia Anhanguera, de onde ele conseguiu se desvencilhar das equipes e seguiu sentido Leme. O sistema de identificação flagrou o suspeito passando pelo pedágio de Pirassununga, por volta das 21h20.

João Vitor Malachias teve prisão decretada pela Justilça | Reprodução/rede social

Neste momento as equipes realizam buscas nessa área de mata e ele é considerado foragido.

Morte dentro de condomínio:
A dentista Bruna Anglieri, 40 anos, foi encontrada morta dentro da casa onde morava em um condomínio de luxo em Araras, no dia 27 de setembro. O corpo estava carbonizado no quarto da vítima.

Quem encontrou a filha morta foi a própria mãe, de 68 anos, que foi fazer uma visita para Bruna.

A dentista era diretora do curso de pós-graduação de odontologia de uma faculdade particular no município. Bruna era divorciada e deixou um filho de 7 anos.

Após o velório, familiares e amigos promoveram um protesto no centro de Araras pedindo justiça pela morte da doutora, muito conhecida na cidade.
Postagem Anterior Próxima Postagem