Jornal O Movimento

Técnico do Lemense sofre tentativa de homicídio em Leme, SP

 O suspeito do crime é um policial militar rodoviário de 26 anos, que não teve o nome revelado, mas foi preso pela Polícia Militar

O técnico do Lemense, Amadeu Gabriel Júnior — Foto: Arquivo Pessoal

Amadeu Gabriel Júnior, de 41 anos, técnico do Lemense,  do Paulista A3, sofreu uma tentativa de homicídio na tarde de quinta-feira (14), no Jardim Amália, em Leme, SP. Um policial militar rodoviário, de 26 anos, foi preso suspeito pelo crime.

De acordo com a Polícia Civil, o policial atirou cinco vezes contra o treinador, que não se feriu. A motivação para o crime ainda está sendo investigada. 

Publicidade

O crime aconteceu quando a vítima estava em casa. O suspeito passou pelo local de moto e chamou o treinador pelo nome. Ao se aproximar do portão, Amadeu não entendeu o que o homem disse antes de começar a atirar. 

Amadeu conseguiu correr para dentro da residência para se proteger dos tiros, que atingiram o portão, o carro dele e uma janela da casa.

O policial que pertence à 4ª Cia do 4º Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRV) em Limeira (SP) foi preso e encaminhado para o Presídio Militar Romão Gomes em São Paulo.

A defesa do treinador do Lemense soltou uma nota oficial confirmando o posicionamento.

“Entendemos o interesse sobre os fatos ocorridos com o técnico do Esporte Clube Lemense, Amadeu. Entretanto, não nos pronunciaremos e deixaremos o judiciário conduzir o processo, acreditando que o Ministério Público atuará em busca da verdade e da justiça neste caso. E advertimos que as notícias veiculadas que não correspondem com a verdade – fake news – serão objetos de ações judiciais”, disse a nota.

Jornal O Movimento desde 1934  trazendo sempre o melhor conteúdo para você.  Quer saber mais sobre Notícias de Pirassununga e Região? Clique aqui

É proibida a reprodução do conteúdo ou de qualquer imagem sem prévia autorização. 

Postagem Anterior Próxima Postagem