Jornal O Movimento

Mutirão de Cirurgias Cardíacas tenta zerar fila de 3 mil pacientes

Mutirão de cirurgias cardíacas vai atender pacientes prioritários que esperam operações cardiovasculares na rede estadual. © Shutterstock imagens

O Governo de São Paulo lançou nesta segunda-feira (3) o Mutirão de Cirurgias Cardíacas, para ampliar o atendimento ambulatorial e hospitalar a 3 mil pacientes prioritários à espera de cirurgias cardiovasculares na rede estadual pelo Sistema Único de Saúde (SUS)

A iniciativa faz parte do Plano de Redução de Filas de Cirurgias Eletivas de São Paulo e atenderá pacientes com condições congênitas pediátricas, congênitos adultos e os que necessitam de cirurgia de substituição de válvula cardíaca ou revascularização do miocárdio.
Publicidade


A primeira fase do projeto conta com os 17 Departamentos Regionais de Saúde para selecionar as unidades de saúde aptas a oferecer os atendimentos, conforme o número de pacientes de cada região do estado.

O anúncio foi feito pelo governador Tarcísio de Freitas (Republicanos), durante visita ao Instituto de Cardiologia Dante Pazzanese.

Anúncio do Mutirão de Cirurgias Cardíacas no Estado de São Paulo Foto: Divulgação/Governo de SP

Publicidade

Jornal O Movimento trazendo sempre o melhor conteúdo para você.  Quer saber mais sobre Notícias de Pirassununga e Região? Clique aqui

É proibida a reprodução do conteúdo ou de qualquer imagem sem prévia autorização. 


Postagem Anterior Próxima Postagem