Jornal O Movimento

Brasil joga para quebrar tabu e avançar às oitavas de final da Copa do Mundo

Algoz da Seleção na última Copa do Mundo, França não vive bom momento, mas jamais foi derrotada pelas brasileiras.

Seleção Brasileira volta a jogar neste sábado pela Copa do Mundo Feminina (Thais Magalhães/CBF)

Após estrear com uma goleada em cima do Panamá, a Seleção Brasileira feminina faz neste sábado (29), às 7h, a sua segunda partida na Copa do Mundo.
As brasileiras jogam contra a França, em partida que poderá garantir uma vaga nas oitavas de final. Mais: a equipe tenta vencer as francesas pela primeira vez na história.

Brasil e França já se enfrentaram 11 vezes, duas em Copas. São cinco vitórias europeias e seis empates, mas jamais um triunfo sul-americano. Elas, inclusive, foram responsáveis pela última eliminação brasileira em um Mundial, ao baterem o time de Marta na prorrogação durante as oitavas de final do torneio de 2019.

O cenário para o Brasil, no entanto, nunca pareceu tão positivo quanto o de agora e é possível sonhar com a quebra do tabu. O jogo será em Brisbane, na Austrália, pelo Grupo F.

Publicidade

A França chegou como um grande mistério. Apesar de um bom elenco, a recente fase da equipe não é das melhores. Após amargar um empate sem gols contra a Jamaica na primeira rodada, o time europeu encara o Brasil com a missão de mostrar um bom futebol.

A seleção europeia se recupera de uma crise grave que quase comprometeu a participação no campeonato. Há cerca de cinco meses, três importantes jogadoras da equipe – a capitã Wendie Renard e as atacantes Diani e Katoto – anunciaram que estavam deixando a seleção após uma série de desentendimentos com a então técnica, Corinne Deacon.

A Federação Francesa de Futebol agiu rápido, demitiu Corinne e contratou Hervé Renard, que não tem ligação com Wendie, para comandar o time. As três jogadoras retornaram à equipe, mas o novo técnico teve apenas alguns meses para treinar a seleção. Para o jogo deste sábado, o grande desfalque pode ser justamente Wendie, que está com lesão na panturrilha e não deve jogar.

Moral

Já a Seleção Brasileira, que era vista como um time competente, mas limitado, ganhou a graça de comentaristas ao redor do mundo após a goleada por 4 a 0 sobre o Panamá na estreia do Mundial. O adversário, verdade seja dita, era fraco, mas o bom futebol apresentado, aliado ao entrosamento das jogadoras, foi o suficiente para chamar a atenção de quem acompanha o torneio.

Marta, que Pia garantiu estar “100% pronta” para o torneio, deve começar no banco mais uma vez e é possível que Geyse entre no lugar de Bia Zaneratto.

“Temos uma grande chance e estamos vindo de uma grande vitória sobre o Panamá, de cinco meses, três importantes que nos deu muita confiança”, jogadoras da equipe – a capitã disse Pia. “A parte Wendie Renard e as atacantes mais complicada é saber como Kadidiatou Diani e Marie-Antoinette a França vai jogar, mas encontraremos Katoto, anunciaram um caminho. Tenho que estavam deixando um plano A, um plano B e um a seleção após uma série de desentendimentos plano C. Estou muito animada com a então para jogar contra a França.”

Transmissão
A partida será transmitida em canal aberto pela TV Globo e no SportTV (canal fechado). No online, o canal do streamer Casimiro Miguel no YouTube, a CazéTV, fará a transmissão e deixará o vídeo da partida salvo para quem quiser assistir depois.

Prováveis escalações

Brasil: Lele; Tamires, Rafaelle, Lauren e Antonia; Adriana, Luana, Kerolin e Ary; Debinha e Bia Zaneratto.

França: Peyraud Magnin; Karchaoui, Cascarino, Renard (dúvida) e Lakrar; Marji, Toletti, Geyoro e Mateo; Diani e Le Sommer.

Jornal O Movimento trazendo sempre o melhor conteúdo para você.  Quer saber mais sobre Notícias de Pirassununga e Região? Clique aqui

É proibida a reprodução do conteúdo ou de qualquer imagem sem prévia autorização. 

Postagem Anterior Próxima Postagem