Jornal O Movimento

AFA realizará cerimônia de entrega de espadim a 207 novos militares em Pirassununga, SP

207 Cadetes receberão o símbolo do Cadete da Aeronáutica em Cerimônia Militar. Foto: Cabo André Feitosa/AFA

No próximo dia 07 de julho de 2023, às 10 horas, a Academia da Força Aérea (AFA), sediada em Pirassununga (SP), realizará a Cerimônia alusiva à entrega de Espadins aos Cadetes do 1o Esquadrão, Turma Athos, no ano de comemoração do aniversário de 150 de nascimento do Marechal-do-Ar Alberto Santos-Dumont, pai da aviação. 

Comandados pelo Capitão de Infantaria Raphael de Almeida Leitão, o 1o Esquadrão do Corpo de Cadetes da Aeronáutica é constituído por 207 Cadetes dos quais 125 Aviadores, 47 Intendentes e 33 de Infantaria da Aeronáutica, sendo 205 de Nacionalidade Brasileira, além de 1 Cadete Aviador Paraguaio e 1 Cadete de Infantaria Boliviano. Durante a solenidade, os Cadetes receberão o espadim, uma espada em escala reduzida, com todas as suas características, representando Coragem, Lealdade, Honra, Dever e Pátria. Esse símbolo os acompanhará ao longo dos quatro anos de formação na Academia da Força Aérea. 

Publicidade


Os novos Cadetes da Aeronáutica, representantes de todas as regiões do Brasil e também de Nações amigas, trajarão pela primeira vez o uniforme histórico da Academia da Força Aérea. A Cerimônia contemplará, ainda, uma espada de significado e valor histórico inestimável para a Força Aérea Brasileira (FAB), a qual pertenceu ao piloto de combate Veterano do 1o Grupo de Aviação de Caça e herói brasileiro da Segunda Guerra Mundial, Major Brigadeiro do Ar Rui Moreira Lima. A espada será empunhada pelo Comandante da Guarda de Honra e do Corpo de Cadetes da Aeronáutica, Coronel Aviador Allan Domingues de Mendonça. 

Turma Athos 
O nome adotado pela turma, Athos, da mitologia grega, faz referência ao gigante que batalhou bravamente contra Zeus. Durante a Titanomaquia — guerra entre os titãs e os deuses que definiria o domínio do universo — Athos atacou o deus dos raios com uma rocha, que ricocheteou, caindo no mar, reerguendo-se como o implacável Monte Athos. Analogamente à trajetória da turma de 2023, o ataque aos deuses metaforiza os desafios inerentes à vida cotidiana; e a gênese do monte evidencia o processo de edificação ocasionado pelas dificuldades superadas.

Sendo assim, a atitude de Athos representa a bravura perante as intempéries,
simbolizada pelos deuses do Olimpo. O Monte que outrora protegera a antiga Grécia
dos persas, assume o papel dos ideais e dos valores dos integrantes do Esquadrão.
Sua solidez representa a forma como estão consolidadas, nos corações, as virtudes
pelas quais labutam em suas vidas.  A coragem e o espírito militar são sintetizados na atitude de movê-la sobre as contrariedades, a qual só se torna possível pela fé, perseverança e obstinação — valores intrínsecos da turma de 2023.

Academia da Força Aérea
A AFA é o órgão de ensino superior do Comando da Aeronáutica, com sede em
Pirassununga (SP), atualmente Comandada pelo Brigadeiro do Ar Marcello Lobão
Schiavo, que tem por missão formar Oficiais de carreira, tendo formado, até hoje, mais
de 10 mil Oficiais, sendo 7.517 Aviadores, 2.475 Intendentes, 621 oficiais de Infantaria

da Aeronáutica e 209 Oficiais de Nações Amigas. O ensino na Instituição desenvolve-
se por um período de quatro anos, abrangendo as áreas de instrução militar,

doutrinária, ensino científico e ensino técnico especializado, além do treinamento
físico.

Na AFA, o Cadete desenvolve e aprimora seus atributos intelectuais, éticos, morais e
físicos, para que ao final de sua formação, como Oficiais, sejam líderes de uma
moderna Força Aérea à altura dos padrões de que o Brasil necessita. ( As informações são da Seção de Comunicação Social da AFA)

Jornal O Movimento trazendo sempre o melhor conteúdo para você.  Quer saber mais sobre Notícias de Pirassununga e Região? Clique aqui

É proibida a reprodução do conteúdo ou de qualquer imagem sem prévia autorização. 

Postagem Anterior Próxima Postagem