Jornal O Movimento

Bomba! Preço da gasolina cai, mas logo vai voltar a subir; entenda

O ICMS da gasolina vai subir em 24 das 27 unidades da federação a partir de 1.º de julho.| Imagem: Getty Images/iStock

A mudança na forma de cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) vai deixar a gasolina mais cara a partir  de junho, em vários estados, inclusive no estado de São Paulo.  

Hoje o imposto estadual varia de 17% a 23% do preço da gasolina ao consumidor, o que corresponde a uma tributação de R$ 0,92 a R$ 1,34 por litro, dependendo do estado. A partir do mês que vem, em respeito à Lei Complementar 192, aprovada no ano passado, os estados passarão a cobrar uma alíquota única de ICMS, fixada em reais por litro e não mais em um porcentual do preço de venda. Em comum acordo, eles decidiram que o tributo será de R$ 1,22 por litro.

ESPECIAL PUBLICITÁRIO

A nova alíquota supera a tributação atual na grande maioria dos estados. Apenas três cobram alíquotas maiores que essa atualmente, e por isso vão reduzir a carga tributária a partir do dia 1.º: Alagoas, Amazonas e Piauí.

Para os demais estados, o imposto será reajustado entre R$ 0,02 e R$ 0,30 por litro em relação aos patamares atuais. Em São Paulo, maior mercado consumidor, que hoje cobra ICMS equivalente a R$ 0,96 por litro, o incremento será de R$ 0,26. Na mediana de todas as unidades da federação, o peso do tributo vai aumentar em R$ 0,19 por litro.

Outro aumento de tributos deve ocorrer em julho: a retomada da alíquota cheia de PIS/Cofins.

Jornal O Movimento trazendo sempre o melhor conteúdo para você.  Quer saber mais sobre Notícias de Pirassununga e Região? Clique aqui

É proibida a reprodução do conteúdo ou de qualquer imagem sem prévia autorização. 



Postagem Anterior Próxima Postagem