Jornal O Movimento

Lula sanciona lei que garante troca de implante mamário para paciente de câncer

A troca será garantida em caso de complicação ou efeito adverso em implante colocado por tratamento de câncer. © Reprodução/Ludi Diagnóstico Integral

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sancionou, na última sexta-feira, 31 de março, lei que garante o direito à troca de implante mamário para mulheres que passaram por tratamento oncológico sempre que houver complicações ou algum tipo de efeito adverso.

A regra vale tanto para o setor privado quanto para a rede pública. No caso do Sistema Único de Saúde (SUS), a publicação prevê que a troca do implante mamário ocorra em até 30 dias após indicação médica. O texto também assegura, desde o diagnóstico, acompanhamento psicológico e multidisciplinar especializado para mulheres que sofreram mutilação total ou parcial da mama decorrente de tratamento de câncer.

A norma entra em vigor em 90 dias. Segundo a lei, quando a reconstrução mamária ou a simetrização da mama contralateral for realizada com a utilização de implante mamário, é assegurada à paciente a substituição do dispositivo sempre que ocorrerem complicações ou efeitos adversos a ele relacionados.


Postagem Anterior Próxima Postagem