Jornal O Movimento

Governo de SP anuncia uso de tornozeleiras eletrônicas em acusados soltos após audiência de custódia

Cerca de 200 tornozeleiras já estariam reservadas para iniciar o projeto — Foto: Reprodução/jornal O Movimento

O governo de São Paulo vai começar a usar tornozeleira eletrônica em reincidentes de roubo ou furto e acusados de violência doméstica soltos após audiência de custódia em todo o estado.

A medida foi publicada no Diário Oficial desta sexta-feira (28). Segundo a Secretaria da Segurança Pública, mais de 300 mil condenados ou acusados estão sem os adequados mecanismos de monitoramento e acompanhamento das penas.

Nos primeiros meses de 2023, cerca de 45% dos presos em flagrante por furtos ou receptação acabaram cometendo os mesmos delitos após serem soltos.

No início do mês, durante coletiva da cúpula da SSP, o major da PM, Rodrigo Vilardi, disse que o Fórum da Barra Funda disponibilizou uma sala para que a operação seja iniciada e cerca de 200 tornozeleiras já estariam reservadas para iniciar o projeto.

“Isso foi feito a partir de um projeto piloto, realizado na cidade de Sertãozinho, o Projeto Vida. Foi observada uma fiscalização mais efetiva da Polícia Militar, reduzindo de 68% para menos de 9% a reincidência criminal. Então, agora vamos implantar em todo o estado, começando pela capital”, afirmou.

Publicidade

Jornal O Movimento trazendo sempre o melhor conteúdo para você.  Quer saber mais sobre Notícias de Pirassununga e Região? Clique aqui

É proibida a reprodução do conteúdo ou de qualquer imagem sem prévia autorização. 

Postagem Anterior Próxima Postagem