Jornal O Movimento

Rodovia Anhanguera é parcialmente liberada em Santa Rita do Passa Quatro

Rodovia Anhanguera na altura de Santa Rita do Passa Quatro, na região de Ribeirão Preto (Foto: Divulgação/Arteris/ViaPaulista)

A rodovia Anhanguera foi liberada parcialmente nesta terça-feira (7) na altura do quilômetro 247, em Santa Rita do Passa Quatro, SP. De acordo com a  Arteris ViaPaulista, a liberação do tráfego de veículos acontece nos dois sentidos da rodovia, que estava bloqueada no trecho desde quinta-feira (2).

Na pista sul, sentido São Paulo, o tráfego irá fluir pela faixa da direita a partir do km 249. Já em direção a Ribeirão Preto, na pista norte, o tráfego será liberado para transitar pela faixa central a partir do km 245. Essa liberação irá permitir que o usuário trafegue pelos melhores trajetos durante sua viagem. 

A recomendação da concessionária é que, ao passarem pelas intervenções, os motoristas redobrem a atenção, reduzam a velocidade e respeitem a sinalização vigente no local, inclusive aos avisos dos painéis eletrônicos.

A concessionária permanece com obras no local e monitora a rodovia 24h por dia. O trecho afetado sofre reflexos das chuvas constantes registradas desde o final de 2022

Bloqueio de retorno no km 245

Nesta nova etapa dos trabalhos na Rodovia Anhanguera, será necessário bloquear operacionalmente os retornos do km 245. O objetivo é que veículos de grande porte, mobilizados nas obras, possam usar o caminho garantindo a segurança de todos. Como alternativa, motoristas que precisam utilizar o retorno poderão fazê-lo nos quilômetros 241 e 249.

Construção de pistas de desvio

A Arteris ViaPaulista segue trabalhando na construção do desvio operacional na altura do km 247 da SP-330, em paralelo com as intervenções no local. O dispositivo garantirá melhor fluidez no tráfego de veículos no trecho e servirá para intensificar os trabalhos até a completa liberação da rodovia. A previsão é que o desvio, entre o km 246 e o km 249, seja concluído e liberado no início da segunda quinzena de março.




Postagem Anterior Próxima Postagem