Jornal O Movimento

Covid-19: Primeiro caso da variante Kraken é identificado no interior de São Paulo

Subvariante, também conhecida como Kraken, é a versão mais transmissível da Covid-19, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Foto: Fusion Medical Animation/Unsplash/Divulgação

A variante XBB.1.5 do coronavírus, conhecida como Kraken, foi detectada pela primeira vez no Brasil nesta quinta-feira, 5. A paciente é uma mulher de 54 anos moradora do município de Indaiatuba, interior de São Paulo.  
A rede de saúde integrada Dasa identificou o primeiro caso da subvariante da Ômicron XBB.1.5 no Brasil.  Segundo a Dasa, o caso já foi comunicado ao Centro de Vigilância Sanitária do Estado de São Paulo, e a amostra se encontra no Gisaid, o repositório mundial de sequenciamento.

Segundo a epidemiologista-chefe da Organização Mundial da Saúde (OMS), Maria Van Kerkhove, a subvariante XBB.1.5 é a versão mais transmissível da Covid-19 identificada no mundo até agora. 

A epidemiologista disse que a presença da subvariante já foi confirmada em 29 países, mas ela pode estar circulando em outros locais sem ter sido detectada.
Postagem Anterior Próxima Postagem