Jornal O Movimento

Prefeitura intervém na Santa Casa de Pirassununga (SP)

Foto: Toni Oliveira / jornal O Movimento 

Prefeitura de Pirassununga (SP) interviu, por 180 dias, nesta quinta-feira (10), na administração da Santa Casa de Misericórdia da cidade. A intervenção foi através de um decreto, ( na íntegra abaixo), publicado no Diário Oficial de município.

O decreto de intervenção cita as falhas nas prestações de contas dos recursos repassados pelo município ao hospital, que já foram questionadas e não respondidas, e um comunicado da Santa Casa de Leme ao Ministério Público alertando que está sendo procurada por uma grande quantidade de pacientes de Pirassununga que estão sem atendimento.

O prefeito anunciou, Moacir Fonseca, como Interventor da Irmandade da Santa Casa. Atualmente, ele é,  presidente da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Pirassununga.

Veja a íntegra do decreto:

NOTA OFICIAL PREFEITURA DE PIRASSUNUNGA SOBRE A INTERVENÇÃO 

Nesta quinta-feira, 10 de fevereiro de 2022, a Prefeitura Municipal de Pirassununga/SP decretou a intervenção na Santa Casa de Misericórdia de Pirassununga, na modalidade de requisição administrativa de bens.

O Decreto nº 8033/2022, publicado no Diário Oficial do Município foi desencadeado por inúmeros fatos, mas dentre os principais estão, a inexecução dos pactos realizados com a Prefeitura, a enorme dívida da Instituição, seja com fornecedores, médicos, falta de negativas fiscais, o que está na iminência de impedir o Hospital de receber recursos públicos, comprometendo o atendimento à população. O documento também discorre sobre as falhas nas prestações de contas dos recursos repassados pelo município ao hospital, (até então questionados e não respondidos ao município). 

A medida foi decretada por conta das situações que estavam causando insegurança para a administração municipal, atendimento não adequado com o plano de trabalho desenvolvido e a iminência de grave prejuízo à população. A partir deste momento, o interventor nomeado pelo chefe do Executivo vai trabalhar com a comissão de intervenção para ampliar o atendimento, sanear as contas e dar segurança aos usuários do serviço público de saúde.

Há anos esta celeuma se arrasta, e tendo em vista o crescente números de reclamações, inclusive por registros de Boletins de Ocorrências junto ao Polícia Civil Judiciaria, Corpo Clínico da Santa Casa e usuários do serviço foi necessário colocar um ponto de "restart" para uma reorganização administrativa e funcional das atividades no Hospital na Santa Casa de Misericórdia de Pirassununga. 

Prefeitura Municipal de Pirassununga

Procurador Geral do Município

Esta matéria esta em atualização

Postagem Anterior Próxima Postagem