Jornal O Movimento

Mais de 300 bezerros são encontrados sob maus-tratos em fazenda no interior de SP

Mais de 300 animais bovinos são encontrados em situação de maus tratos em Cunha. Imagens: Divulgação / Policia Ambiental

Voluntários concluíram nesta última segunda-feira (7) a retirada de 300 bezerros de uma fazenda em Cunha, no interior de São Paulo, onde foram encontrados em situação de maus-tratos. Os animais vão passar por análise veterinária para avaliar a condição de saúde e transporte para um santuário em Pindamonhangaba, onde seguirão tratamento.

Animais estão em hospital de campanha improvisado para o primeiro atendimento. Foto: Divulgação / Policia Ambiental

Os animais estavam em uma fazenda de engorda que foi alvo de uma operação da Polícia Militar Ambiental na última semana. No local, os policiais encontraram mais de 300 bezerros em situação de maus tratos, abandonados sem alimentação e água. Ao menos 12 bezerros morreram.

Os animais foram encontrados pela Polícia Ambiental na última quarta-feira (2) sem acesso a alimentação, água ou suporte veterinário, em situação de abandono. Ao todo, foram localizados 302 bezerros.

Na ocasião, o dono foi multado em R$ 900 mil e a Justiça determinou que desse tratamento aos animais, sob pena de multa diária de R$ 10 mil para cada animal em risco. Apesar da ação, os animais seguiram abandonados e a Justiça autorizou o resgate.

A fazenda faz parte da empresa Mashia Agropecuária. O grupo oferece investimentos em gado de engorda, com pagamento de lucros na venda do animal. Pelas redes sociais, o negócio era oferecido como uma oportunidade investir no agronegócio “sem colocar os pés na lama”.

A empresa vendia os animais por R$ 2 mil e prometia o trabalho e criação com engorda e lucro de R$ 500, para além do investimento, em até 12 meses. Porém, a fazenda não tinha estrutura para a quantidade de animais encontrados, segundo os especialistas.

Mais de 300 animais bovinos são encontrados em situação de maus tratos em Cunha. Imagens: Divulgação / Policia Ambiental

O local não tinha sistema de captação de água para os animais ou equipe de veterinários. Apenas um especialista estava no local para atendimento dos mais de 300 bezerros. Desde novembro, moradores relataram o abandono e a morte de bovinos por sede e desnutrição.

Mais de 300 animais bovinos são encontrados em situação de maus tratos em Cunha. Imagens: Divulgação / Policia Ambiental

Com a ação da polícia e do MP, os donos da empresa viraram réus por maus-tratos aos animais. Na sexta-feira, eles perderam a tutela dos bezerros, que agora segue com pessoas ligadas a causa animal.

Por nota, a defesa dos proprietários da fazenda negou que os animais tenham sido vítimas de maus-tratos e questiona a ação da Polícia Civil na condução do inquérito sobre o caso. Os advogados ainda disseram que aguardam a resolução do caso na Justiça.

Postagem Anterior Próxima Postagem