Jornal O Movimento

Anvisa manda recolher autotestes para covid-19 vendidos em farmácias

 

Autoteste para detectar covid-19 é comercializado nas farmácias Pague Menos. Foto: Divulgação/Pague Menos
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou o recolhimento de mais um autoteste contra a covid-19 - o meuDNA PCR-LAMP Autocoleta de Saliva, da empresa Empreendimentos Pague Menos S/A. Ontem (25), a agência suspendeu a comercialização distribuição, fabricação, importação, propaganda e uso do Autoteste Covid-19 Isa Lab.

+ Veja mais noticias no jornal O Movimento

Em nota, a Anvisa informou que, "até o momento, não existe nenhum produto aprovado como autoteste, ou seja, para uso por usuários leigos".

A determinação de recolhimento e as suspensões do Autoteste Covid-19 Isa Lab foram publicadas na Resolução nº 210. A medida relativa ao outro autoteste foi determinada pela Resolução nº 213. Nenhum dos dois produtos tem registro na Anvisa. No caso do Isa Lab, a agência acrescenta que ele é comercializado por empresa não regularizada.

A denúncia, recebida pela Anvisa em 20 de janeiro, foi considerada prioridade para investigação. "Nessa etapa é avaliado o risco sanitário iminente à saúde da população, e a medida restritiva tem o objetivo de mitigar o risco rapidamente", informa a agência, que disponibiliza serviço de consulta a produtos irregulares.

Até esta manhã, o produto meuDNA PCR-LAMP Autocoleta de Saliva continuava disponível para os clientes do site da rede de farmácias, vendido com desconto de R$ 40, com preço final de R$ 129. (COM INFORMAÇÕES DA AGÊNCIA BRASIL)

Todo o conteúdo do jornal digital O Movimento é protegido pela legislação de propriedade intelectual e só poderá ser reproduzido mediante autorização expressa. 

Se tiver interesse em utilizar textos, vídeos ou fotos  publicados no jornal O Movimento, por favor entre em contato com o departamento comercial para adquirir direitos autorais: [email protected]

Postagem Anterior Próxima Postagem